Alimentos contribuem com aceleração do IPC-S

IPC-S tem taxa de 0,41% na primeira semana de março. Expansão nos preços dos alimentos puxa aceleração do indicador.

O Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) registrou variação de 0,41% na primeira semana de março, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Na semana anterior, o indicador apontou alta de 0,24%, ou seja, 0,17 ponto percentual acima da medição atual.

De acordo com a FGV, seis das oito classes de despesas contidas no indicador avançaram.

O grupo Alimentação exerceu a principal influencia no indicado, com a taxa passando de -0,02% para 0,31%.

Nesta classe de despesa, vale destacar o desempenho de hortaliças e legumes (-4,32% para -1,46%), frutas (3,44% para 5,20%) e aves e ovos (-0,77% para 0,26%).

Além desse grupo, também apresentaram taxas maiores Habitação (0,53% para 0,70%), Educação, Leitura e Recreação (0,03% para 0,26%), Vestuário (0,02% para 0,23%), Transportes (0,31% para 0,39%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,42% para 0,49%).

Na contramão, Comunicação (0,04% para -0,02%) e Despesas Diversas (0,16% para 0,12%) caíram.