Analistas esperam alcance da meta fiscal neste ano e 2018

– As projeções para as contas públicas feitas pelos analistas de mercado ouvidos pelo Ministério da Fazenda no boletim Prisma Fiscal de setembro indicam que o governo conseguirá cumprir os objetivos.

As novas metas fiscais para 2017 e 2018 estão, ambas, fixadas em déficits primários de R$ 159 bilhões.

Conforme o documento divulgado ontem, a mediana das projeções do mercado para o déficit neste ano passou de R$ 154,841 bilhões para R$ 159,000 bilhões, exatamente na nova meta de saldo no vermelho de 2017. A meta anterior era de um rombo de R$ 139 bilhões.

Já para 2018, os analistas projetaram um déficit de R$ 156,341 bilhões certa folga para a meta de R$ 159 bilhões no negativo. No boletim de agosto – quando a meta para o próximo ano ainda era de déficit de R$ 129 bilhões – as previsões indicavam o saldo negativo de R$ 130,527 bilhões.

Além do resultado primário, o Prisma deste mês voltou a revisar para baixo as previsões para a arrecadação das receitas federais. Em 2017 essa estimativa caiu de R$ 1,340 trilhão para R$ 1,337 trilhão. Para 2018, estimativa recuou de R$ 1,449 trilhão para R$ 1,440 trilhão.