ANFAC realiza evento reunindo renomados juristas, advogados, empresários e operadores de fomento comercial

Com enorme sucesso a ANFAC realizou no dia 16/02/2016 o VIII Encontro Nacional de Empresários, Operadores e Advogados do Fomento Comercial, cujo tema foi a vigência do novo Código de Processo Civil (CPC).

Incialmente programado para se realizar no auditório do prédio sede da ANFAC o evento, graças ao número de inscrições, se realizou no Hotel Mercure São Paulo Paulista.

O tema sem dúvida era atraente, tendo em vista que se aproxima a vigência do Novo Código de Processo Civil e muitas mudanças e dúvidas existem sobre esse diploma legal que alterará, substancialmente, a tramitação das ações judiciais.

Na abertura do Encontro, o Presidente da ANFAC, Luiz Lemos Leite, abordou os motivos que levaram o legislador a promover essa importante alteração, como também destacou o nível técnico dos palestrantes, pois ali estavam reunidos 3 ex-magistrados, hoje advogados militantes e que também exerciam o magistério universitário na área do direito, congregando a didática e a experiência necessárias para a abordagem de assunto tão importante.

A parte da manhã foi dedicada inteiramente à palestra do processualista José Roberto dos Santos Bedaque, membro da Comissão de Juristas do Senado, responsável pela elaboração do Novo Código de Processo Civil e que, com esse invejável cabedal, pôde compartilhar a experiência de quem só vivenciou de perto a evolução que esse novo diploma proporcionará a toda a sociedade.

Bedaque procurou transmitir uma visão quanto aos princípios do novo código que rompe com a visão formalista do atual Código de Processo, privilegiando assim a solução dos conflitos e a efetividade das ações.

O período da tarde foi reservado ao Jurista Jurandyr de Souza Junior que focou sua palestra na recuperação de valores e créditos, abordando as mudanças ocorridas, principalmente, na Execução de títulos Extrajudiciais.

A palestra de encerramento coube ao Jurista Oscarlino Moeller, que também é Vice Presidente do Conselho de Ética da ANFAC e que apresentou um panorama das modificações, que, na sua concepção, eram as mais importantes introduzidas pela nova legislação.

O caráter nacional do evento fico demonstrado com a presença de profissionais dos estados do Mato Grosso, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Goiás, além é claro, de profissionais da Capital e do interior de São Paulo.

O encontro contou ainda com o prestígio da participação de vários Presidentes de SINFACs, além do Presidente do Conselho de Ética da ANFAC, Desembargador Manoel Carlos Vieira de Moraes.