Após três meses seguidos de queda, economia volta a crescer em novembro

A atividade econômica voltou a crescer em novembro no Brasil, após três meses seguidos de retração, de acordo com o indicador divulgado há pouco pelo Banco Central, que mede o desempenho da economia. O índice de atividade econômica do Banco Central (IBC-Br) registrou em novembro expansão de 1,15% na comparação com outubro, na série com ajuste sazonal. O dado sem ajuste mostrou queda de 0,16%.

Nos três meses anteriores, houve retração de 0,50% (outubro), queda de 0,06% (setembro) e baixa de 0,54% (agosto), sempre na comparação com o mês imediatamente anterior, conforme os dados revisados pelo BC da série dessazonalizada.

Os números observados – ou seja, sem o ajuste sazonal feito pelo BC – mostram um crescimento de 0,79% em novembro em relação ao mesmo mês de 2010. O resultado é pouco superior ao verificado em outubro (0,69%), mas está abaixo do registrado em todos os outros meses do ano passado. Em agosto e setembro, por exemplo, a expansão havia sido de 3,04% e 1,27% nesta comparação, respectivamente.

Nos 12 meses encerrados em novembro do ano passado, a economia brasileira acumulou um crescimento de 3,04%, de acordo com os dados da série ajustada. No acumulado de janeiro a novembro, o crescimento foi de 2,88%, com ajuste.