Atividade econômica aponta estagnação em outubro, segundo Serasa Experian

Na comparação com setembro, e já descontando as influências sazonais, a atividade econômica brasileira registrou variação nula em outubro deste ano. Os dados são do Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica – PIB (Produto Interno Bruto) Mensal, divulgado nesta quarta-feira (21).

Conforme a pesquisa, em relação ao mesmo mês de 2010, o crescimento da atividade econômica foi de 1,3%, a menor taxa de expansão neste critério de comparação em dois anos. Assim, a taxa de crescimento econômico acumulada no ano caiu de 3,2% em setembro deste ano para 3,0% em outubro. Já nos 12 meses encerrados em outubro, houve expansão de 3,4% da atividade econômica, recuando de 3,7 % nos 12 meses terminados em setembro.

Por sua vez, com a estagnação observada em outubro, a taxa de crescimento trimestral passou de 0,0% no trimestre encerrado em setembro para -0,1% nos três meses findos em outubro. “Aumentando os riscos de presenciarmos contração da atividade econômica neste último trimestre de 2011. Caso isto se confirme, ter uma taxa de crescimento do PIB abaixo de 3,0% para o ano de 2011”, apontou o relatório.

Setores sem expressão

Nenhum dos setores produtivos registrou expansão no período pesquisado. “O melhor resultado ficou por conta do setor de serviços com variação zero perante setembro. Na indústria a queda foi de 0,1% em outubro e, no setor agropecuário, houve declínio de 1,1% na sua atividade produtiva”, informou o relatório do indicador.

Do ponto de vista da demanda agregada, o consumo do governo e os investimentos exibiram crescimentos em outubro de 0,7% e 1,6%, respectivamente. Porém suas contribuições positivas para a atividade econômica foram neutralizadas pela queda de 0,8% no consumo das famílias, a segunda mensal consecutiva deste componente da demanda agregada, e pela alta de 2,5% das importações de bens e serviços.

Por sua vez, as exportações ficaram praticamente estagnadas, expandindo-se apenas 0,1% em outubro frente ao mês imediatamente anterior.