Bancos médios elevam ganho com crédito a pequenas

A concessão de crédito a pequenas e médias empresas desperta cada vez mais o interesse das instituições financeiras, tanto de bancos focados em pessoa jurídica como dos que possuem carteira diversificada, conhecidos como varejo.

Na divulgação dos resultados do terceiro trimestre, o ABC Brasil (Arab Banking Corporation), que atua no nicho corporate (grandes) e middle market (médias), revela potencial de crescimento na carteira de empresas médias.

Já o Banrisul, que também informou ontem o balanço, credita sua expansão ao crédito, principalmente em companhias com faturamento até R$ 300 milhões ao ano. No acumulado do ano, até setembro, o Banrisul soma lucro líquido de R$ 677,7 milhões, aumento de 32,5% sobre o mesmo período de 2010. Já na comparação trimestral de 2011, o acréscimo chega a 15,9%, para R$ 239,2 milhões.

O patrimônio líquido é de R$ 4,3 bilhões, expansão de 14,7% ante setembro de 2010, e os ativos chegam a R$ 36,5 bilhões, com incremento de 13%. Com sua atuação centrada no segmento de grandes e médias empresas, o ABC revela lucro líquido de R$ 175,4 milhões nos nove primeiros meses, alta de 18,4% em relação a 2010, quanto totalizou R$ 148,2 milhões.

No entanto, há redução de 2,8% dos ganhos do terceiro trimestre, para R$ 58,5 milhões. No terceiro trimestre, a provisão para devedores duvidosos publicada (PDD) é de R$ 24,6 milhões, acréscimo de 1.343,2% sobre o período de abril a junho.