BC divulga Adendo Estatístico ao Relatório sobre a Indústria de Cartões de Pagamentos

O Banco Central do Brasil, a Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça e a Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda divulgaram o Adendo Estatístico ao Relatório sobre a Indústria de Cartões de Pagamentos. O estudo inclui indicadores e análises sobre a estrutura, evolução e desempenho da indústria, inclusive no que diz respeito a fatos que ocorreram após a divulgação do Relatório, relativos ao ano de 2010.

Em relação ao ano de 2009, a base de cartões de crédito ativos cresceu cerca de 13% e a de débito, 1,2%. Já a quantidade de transações segue a tendência histórica de crescimento, 18% para crédito e 20% para débito. Quase a metade das transações com cartões de crédito foram realizadas mediante a leitura do microchip do cartão (43% para os cartões de débito), aumentando a segurança dessas transações.

A partir de julho de 2010, surgiram os credenciadores multibandeira como resultado do fim da exclusividade entre os proprietários dos esquemas de pagamentos (Visa e MasterCard). Com a maior competição no credenciamento, já se observa um ligeiro decréscimo na média do percentual da taxa de desconto cobrada dos estabelecimentos. Ainda em decorrência desse fato, a quantidade de terminais POS (utilizados na leitura do cartão no ponto de venda) declinou 3%.

Clique aqui para ler o relatório