Economia brasileira cresce em patamar aceitável, diz Mantega

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta terça-feira (26) que o governo já conseguiu trazer o crescimento econômico para uma taxa de 4,5%, patamar considerado “aceitável”, e negou que o país esteja vivendo uma situação de superaquecimento da economia.

“Já trouxemos a economia para patamar melhor de crescimento, de 4,5%, que é sustentável. Alguns analistas dizem que a nossa economia está superaquecida, mas não é o que ocorre. Esse crescimento é sustentável”, disse Mantega durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), em Brasília.

O ministro afirmou que as medidas tomadas pelo governo para desacelerar a economia – e combater a inflação – não “derrubaram” o crescimento do emprego. De acordo com ele, a taxa de abertura de novas vagas hoje “é satisfatória para atender a demanda dos jovens.”

Mantega negou ainda que exista hoje no país uma “bolha” no setor imobiliário. Ele criticou “analistas” que apontam problemas na farta oferta de crédito para compra de imóveis no país. De acordo com ele, os comentários desses analistas são “falta de assunto” e feitos para “animar o leitor” e não deixá-lo “entediado.”

O ministro admitiu a valorização dos imóveis no país, mas disse que o movimento é normal já que, segundo ele, os preços no setor ficaram “20 anos estagnados.”