Expectativas para as principais variáveis macroeconômicas seguiram praticamente inalteradas na última semana

Mantendo a trajetória observada nas últimas semanas, as expectativas do mercado ficaram praticamente inalteradas, conforme apontado pelo Relatório Focus ? divulgado hoje pelo Banco Central, com estimativas coletadas até o dia 11 de outubro.

Destacam-se algumas calibragens para as projeções deste ano: com a inflação levemente mais baixa, o PIB um pouco mais alto e a taxa de câmbio discretamente mais apreciada.

Por outro lado, as estimativas para o ano que vem – especialmente a inflação – praticamente não sofreram variação. A mediana das expectativas para o IPCA de 2013 recuou de 5,82% para 5,81% e, para 2014, seguiu em 5,95%. A estimativa de crescimento do PIB para 2013 subiu de 2,47% para 2,48% e permaneceu em 2,20% no ano que vem.

Para a taxa Selic, as medianas também seguiram sem alteração, em 9,75% no final deste e do próximo ano.

Por fim, as projeções para a taxa de câmbio mostraram discreto recuo de R$/US$ 2,30 para R$/US$ 2,29 para o final deste ano e ficaram constantes em R$/US$ 2,40 para o fim do próximo ano.