Mercado interbancário flui e bancos adotam cautela no crédito

A forte deterioração da crise internacional nos últimos dias não provocou efeitos mais devastadores no sistema financeiro nacional. Até o momento, a liquidez do mercado interbancário está preservada e não há sinais de empoçamento do dinheiro nos bancos maiores, como ocorrido em 2008. A crise, pelo menos por enquanto, ainda não é bancária lá fora ou aqui.

Os bancos de pequeno e médio porte estão em alerta, mas é fato que a desalavancagem forçada pelas medidas do Banco Central adotadas a partir de dezembro do ano passado ajudam no cenário atual.

Enquanto se avaliam os efeitos da crise sobre o crescimento da economia, entretanto, os bancos já frearam o crédito. Empréstimos para empresas já se tornaram mais seletivos e o setor industrial é um dos mais afetados.

A queda da bolsa, até agora, animou ao menos um setor, o de fundos de private equity. Os preços mais baixos podem criar oportunidades de compra.