Mantega nega aumento de IR sobre aplicações financeiras

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou há pouco que o governo não pretende elevar o Imposto de Renda (IR) sobre aplicações financeiras. “Não tem nenhum estudo para aumentar imposto de renda sobre aplicações financeiras. Nós só pensamos em reduzir impostos neste momento”, afirmou.

A edição de ontem (14) do Valor informa que o governo prepara mudanças na tributação do IR em investimentos atrelados à taxa básica de juros (Selic). A ideia seria incentivar investidores a migrarem para aplicações com correção prefixada ou atrelada à inflação.

“Não procede [a informação]”, reiterou Mantega. “Não tem nenhum aumento de imposto previsto”, completou.

O ministro participou mais cedo, no Palácio do Planalto, do conselho político, formado por líderes e presidentes dos partidos da base aliada. Antes de Mantega retornar ao Ministério da Fazenda, a secretária de orçamento federal do Ministério do Planejamento, Célia Côrrea, e titular da Pasta, Miriam Belchior, entraram no prédio.