Pequena empresa paulista investe mais

O balanço de janeiro da Agência de Fomento Paulista revela que o volume de crédito liberado é o maior desde o início das operações da instituição. Foram R$ 38,8 milhões liberados ao setor privado e público, alcançando R$ 525,5 milhões. O montante de janeiro é três vezes maior que o valor do mesmo mês de 2011 e 15% superior ao alcançado em novembro, até então com maior volume de financiamentos, com R$ 33,6 milhões. O responsável pela maior fatia dos empréstimos em janeiro continua sendo a indústria (68%), seguido por serviços (32%), prefeituras (3%) e comércio (2%). A Agência credita o aumento dos desembolsos aos incentivos dados a pequenos e médios empresários para investir, como o maior prazo para projetos (5 para 10 anos) e a redução da taxa anual de juros de 1 ponto percentual.