Número de cheques sem fundo aumenta em janeiro

O resultado de 2,06% foi maior do que o registrado no mês anterior (dezembro/2014), quando o total de cheques devolvidos foi de 1,94%. Porém, o percentual ainda é menor do que o registrado em janeiro de 2014, quando o número de cheques devolvidos chegou a 2,11% do total das emissões

O percentual de devoluções de cheques pela segunda vez por insuficiência de fundos foi de 2,06 % em janeiro de 2015. É o que revela o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. No mês anterior, dezembro, o total de cheques devolvidos foi de 1,94%. Já em janeiro do ano passado o número chegou a 2,11%.

Segundo os economistas da Serasa Experian, o acúmulo de compromissos financeiros típicos de início de ano (impostos, mensalidades escolares, gastos com as compras de final de ano, despesas com férias, etc.) e os aumentos de preços/tarifas ocorridos (transporte urbano, energia, etc.) afetaram o bolso do consumidor, acarretando a elevação da inadimplência com cheques em janeiro/15 na comparação com o último mês do ano passado.

Nos Estados e regiões

Em janeiro de 2015, o Amapá liderou o ranking estadual dos cheques sem fundos, com 15,27% das devoluções. Já São Paulo foi o estado com o menor percentual (0,88%). Entre as regiões, a Norte foi a que liderou o ranking, com 6,31% de cheques devolvidos, enquanto a região Sudeste foi a que apresentou o menor percentual, com 1,25%. Confira abaixo o ranking completo de cheques devolvidos em janeiro de 2015:

Clique aqui para visualizar esta notícia completa.