Pedidos de falências crescem em agosto

De acordo com Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, em agosto de 2014, foram realizados 149 pedidos de falência em todo o país, representando uma alta de 5,7% em relação aos 141 requerimentos efetuados em julho/14. Na comparação com agosto de 2013, o número de pedidos de falência foi o mesmo (149).

Dos 149 requerimentos de falência efetuados em agosto de 2014, 82 foram de micro e pequenas empresas, 36 de médias e 31 de grandes.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o processo recessivo que se instalou na economia brasileira tem prejudicado a geração de caixa das empresas, colocando-as em dificuldades para honrar compromissos financeiros junto aos seus credores. Além disto, o custo do crédito mais elevado também impõe dificuldades adicionais, favorecendo o aumento dos pedidos de falências.

As recuperações judiciais requeridas apresentaram aumento de 4,8% em agosto de 2014, quando comparadas com o mês anterior. Foram 65 solicitações realizadas no oitavo mês deste ano, contra 62 em julho. As micro e pequenas empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial com 38 pedidos, seguidos pelas médias (16), e pelas grandes empresas (11).

*Confira abaixo tabela completa com os números de falências e recuperações:

A série histórica deste indicador está disponível em http://www.serasaexperian.com.br/release/indicadores/falencias_concordatas.htm

Metodologia

O Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações é construído a partir do levantamento mensal das estatísticas de falências (requeridas e decretadas) e das recuperações judiciais e extrajudiciais registradas mensalmente na base de dados da Serasa Experian, provenientes dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados. O indicador é segmentado por porte.

Você também lê esta notícia em: http://noticias.serasaexperian.com.br/