Pedidos de falências crescem em julho

De acordo com Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, em julho de 2014, foram realizados 141 pedidos de falência em todo o país, representando uma alta de 23,7% em relação aos 114 requerimentos efetuados em junho. Na comparação com julho de 2013, quando o índice registrou 136 pedidos, houve avanço de 3,7%.

Dos 141 requerimentos de falência efetuados em julho de 2014, 64 foram de micro e pequenas empresas, 41 de médias e 36 de grandes.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o segundo semestre do ano iniciou com elevação dos pedidos de falências em relação ao mesmo período do ano passado, refletindo as dificuldades impostas pela atual conjuntura econômica adversa – juros altos, estagnação da economia e elevações de custos – sobre a saúde financeira das empresas. Também o acúmulo de feriados e dias paralisados em junho, por conta da primeira fase da Copa do Mundo, deprimiu a base de comparação (junho/14), ocasionando crescimento mais acelerado dos pedidos de falências em julho/14 na sua comparação mensal.

As recuperações judiciais requeridas apresentaram queda de 10,1% em julho de 2014, quando comparadas com o mês anterior. Foram 62 solicitações realizadas no sétimo mês deste ano, contra 69 em junho. As micro e pequenas empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial com 33 pedidos, seguidos pelas médias (20), e pelas grandes (9).

*Confira abaixo tabela completa com os números de falências e recuperações:

A série histórica deste indicador está disponível em http://www.serasaexperian.com.br/release/indicadores/falencias_concordatas.htm.

Metodologia

O Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações é construído a partir do levantamento mensal das estatísticas de falências (requeridas e decretadas) e das recuperações judiciais e extrajudiciais registradas mensalmente na base de dados da Serasa Experian, provenientes dos fóruns, varas de falências e dos Diários Oficiais e da Justiça dos estados. O indicador é segmentado por porte.

Você também lê esta notícia em: http://noticias.serasaexperian.com.br/.