Pontualidade de pagamento das micro e pequenas tem terceira alta anual seguida

São Paulo – A pontualidade de pagamento das micro e pequenas empresas atingiu 95,2% em fevereiro de 2012. Isto significa que no mês passado, a cada 1.000 pagamentos realizados, 952 foram quitados à vista ou com atraso máximo de sete dias. Na comparação com o mesmo mês do ano passado (fevereiro/2011), houve avanço de 0,4 ponto percentual na pontualidade de pagamento das micros e pequenas empresas no país. Foi o terceiro mês consecutivo de alta interanual deste indicador, sinalizando que a situação financeira das micro e pequenas empresas brasileiras está em processo de melhora, após ter registrado quedas ininterruptas na comparação anual entre março e novembro do ano passado.

A sequência de reduções da taxa básica de juros (taxa Selic), a tendência de gradual normalização da inadimplência dos consumidores e a reativação do crescimento econômico, a partir do final do ano passado, estão contribuindo para melhorar a capacidade de pagamentos das micro e pequenas empresas, observam os economistas da Serasa Experian.

As micro e pequenas empresas do setor comercial, a exemplo do que havia ocorrido em janeiro/12, apresentaram o maior nível de pontualidade de pagamentos em fevereiro de 2012: 95,6%. As do setor de serviços registraram pontualidade de 94,8% e, por último, a pontualidade de pagamentos das micro e pequenas empresas do setor industrial atingiu 94,3% em fevereiro de 2012.

No mês passado, o valor médio dos pagamentos pontuais elevou-se em 20,2% em relação a fevereiro de 2011 (R$ 1.703 contra R$ 1.416), com altas de 26,1% no setor de comércio e de 1,0% no setor industrial. Somente no setor de serviços houve recuo no valor médio dos pagamentos efetuados pontualmente: -6,8% em relação ao observado em fevereiro de 2011. Contudo, apesar do recuo, o valor médio dos pagamentos pontuais efetuados pelas micro e pequenas empresas do setor de serviços continua sendo o mais elevado: R$ 1.794 contra R$ 1.711 do setor comercial e R$ 1.601 do setor industrial, registrados em fevereiro de 2012.