Presidente da ANFAC recebe Diploma do COAF

Presidente da entidade, Luiz Lemos Leite, é o único representante da iniciativa privada a receber o Diploma concedido pelo COAF – órgão público subordinado ao Ministério da Fazenda.

A ANFAC – Associação Nacional das Sociedades de Fomento Mercantil – Factoring – por meio de seu presidente, Luiz Lemos Leite, recebeu no dia 26 de abril (quinta-feira), em Brasília (DF), uma homenagem concedida pelo COAF – Conselho de Controle de Atividades Financeiras – em reconhecimento à relevante contribuição da entidade para a prevenção e combate à lavagem de dinheiro, e ao financiamento do terrorismo no Brasil.

A solenidade de entrega do “Diploma de Mérito COAF” acontecerá no início da 73ª. Sessão Ordinária do COAF, a partir das 17h, na sede da Unidade de Inteligência Financeira do Brasil, em Brasília (DF). O evento contará com a presença de empresários do fomento mercantil associados à ANFAC , de representantes da Escola de Inteligência Militar do Exército Brasileiro e de autoridades no âmbito dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

Além do presidente da ANFAC , Luiz Lemos Leite, na oportunidade também serão homenageadas as seguintes personalidades: Jorge Hage Sobrinho, Ministro de Estado Chefe da Controladoria-Geral da União; Luís Inácio Lucena Adams, Advogado Geral da União; Raquel Elias Ferreira Dodge, Subprocuradora-Geral da República; Jorge Antônio Rachid, Ex-Secretário da Receita Federal do Brasil e Sérgio Fernando Moro, Juiz Federal Criminal de Curitiba – PR.

“Como representante do setor é uma honra receber o Diploma de Mérito COAF pelo reconhecimento ao esforço contínuo que temos realizado em defesa dos interesses do setor e do País, cooperando na prevenção e no combate a operações fraudulentas que colocam em risco a sociedade brasileira e o desenvolvimento do Brasil. Vamos continuar nossa luta com base nos princípios instituídos pelo COAF que disciplinam os processos e procedimentos relativos às operações de factoring”, comenta Luiz Lemos Leite, presidente da ANFAC .

Contribuição -Ao longo dos últimos anos, a ANFAC tem promovido treinamentos gratuitos às empresas associadas, ministrando cursos específicos e detalhando os procedimentos relativos à prevenção e combate à lavagem de dinheiro. Desde 2005, a ANFAC já realizou 22 cursos treinando mais de 1.200 profissionais que receberam o Certificado de Treinamento. Com a vigência da Resolução COAF nº 13/2005, a ANFAC já editou mais de 85 Circulares de Orientação tratando do assunto.

O COAF, em novembro de 2011, colocou em audiência pública a proposta de um texto de nova resolução para os setores obrigados. A ANFAC , então, tomou a iniciativa de solicitar a todas as empresas de fomento mercantil associadas e aos 18 sindicatos patronais conveniados (SINFACs) sugestões relativas à prevenção à lavagem de dinheiro, colocada em audiência pública até 06.01.2012.

No último dia 05 de janeiro, a ANFAC encaminhou as sugestões colhidas junto ao setor sobre as medidas de prevenção à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo, que pudessem agregar valor às normas em vigor para o segmento, com o objetivo de colaborar e contribuir na redação da nova norma.

Perfil – A ANFAC – Associação Nacional das Sociedades de Fomento Mercantil – Factoring – é a entidade representativa do setor de fomento mercantil brasileiro, congregando em seu quadro associativo as empresas de fomento mercantil que atuam no mercado prestando serviços de apoio e suporte de ajuste do fluxo do ciclo operacional e comprando créditos mercantis de suas empresas – clientes, em sua grande maioria composta de pequenas e médias empresas dos segmentos produtivos industrial, comercial e serviços.

Fundada em 1982 com o objetivo de congregar, disseminar e fortalecer a atividade de fomento mercantil e suas relações com a sociedade, a ANFAC vem contribuindo para o aperfeiçoamento normativo da atividade. Dentre outros objetivos a ANFAC divulga o Fator ANFAC , um indicador econômico publicado diariamente que serve de referência (mero parâmetro), para as operações de fomento mercantil no Brasil.

Com a consolidação do segmento que hoje movimenta cerca de R$ 90 bilhões/ano*, a ANFAC luta pela aprovação de legislação específica que consolide o marco regulatório e o balizamento legal do fomento mercantil no País.