Puxado por alimentos, INPC sobe em setembro

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) apresentou variação de 0,45% em setembro deste ano, acima do resultado de 0,42% apurado no mês anterior, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com isto, o acumulado do ano fechou em 4,61%, acima da taxa de 3,80% relativa a igual período de 2010. Considerando os últimos 12 meses, o índice situou-se em 7,30%, abaixo dos 12 meses imediatamente anteriores (7,40%). Em setembro de 2010 o INPC havia ficado em 0,54%.

Os produtos alimentícios apresentaram variação de 0,61% em setembro, enquanto os não alimentícios aumentaram 0,38%. Em agosto, os resultados ficaram em 0,70% e 0,30%, respectivamente.

Dentre os índices regionais, o maior foi registrado na região metropolitana de Curitiba (0,68%) em virtude da forte alta dos alimentos (1,16%) e dos combustíveis (4,30%). O menor foi o de Belém (0,01%), onde os alimentos apresentaram queda de 0,02%.