Varejo e cartão de crédito estão de olho na alta renda

Ao mesmo tempo que o grupo francês Casino fixa as atenções em parcerias e marcas voltadas para atender a classe A, empresas como a Mastercard e o Banrisul também buscam acordos para atingir esse público no País. No comércio varejista, o Casino, que referendou o plano de ampliar sua fatia no domínio do Grupo Pão de Açúcar (GPA), demonstra que a ideia agora é fidelizar a alta renda, no País ou na França.

Prova disso é o aumento de produtos importados da marca em gôndolas da rede no Brasil, além da parceria firmada com a LOccitane, sinônimo do mercado de luxo mundial na área de higiene pessoal. Há, ainda, a estratégia de, mesmo com forte assédio, não abrir mão da rede forte no ramo de supermercados de alto padrão Monoprix na Europa.

De volta ao Brasil, ao perceber o aumento do mercado de cartões de crédito, que cresceu 23% em faturamento em 2011, para cerca de R$ 668 bilhões, o vice-presidente-comercial da Mastercard, João Pedro Paro, ressalta que a tendência é de expansão ainda acelerada para os próximos anos no segmento, especialmente na Região Sul. Por isso, a bandeira fechou parceria com o Banrisul para distribuir cartões para a alta renda no Rio Grande do Sul.